Make your own free website on Tripod.com

Mensagem aos Adventistas: Uma Carta Celestial

 

 

Nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, porque os homens serão mais amantes de si mesmos do que amantes de Deus.” 

Por meio de Sua mensageira, Deus havia dito:

"É certo que tem havido entre nós um afastamento do Deus vivo, e um voltar-se para os homens, pondo a sabedoria humana em lugar da divina..

Deus despertará Seu povo; se outros meios falharem, introduzir-se-ão entre eles heresias, as quais os hão de peneirar, separando a palha do trigo." Obreiros Evangélicos, 299 (de 1885)

Deus já havia visto que o Seu professo povo adventista estava se afastando dEle, e em 1885 deu à Ellen G. White o testemunho acima, mostrando qual era o Seu propósito. Deus permitiu então que os adventistas passassem a adorar um deus que Ele não revelou em Sua Palavra - Espírito Santo - um deus falso, Baal moderno, a partir de 1931, pois era Seu propósito permitir que fossem introduzidas heresias (doutrinas falsas como a trindade e outras), na igreja, para que, em tempo oportuno, separasse a palha do trigo. Como afirma a Escritura:

"É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não derem crédito à verdade, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça." II Tessalonicenses 2:11, 12

No ano de 2001, a mensagem contra a doutrina falsa da "trindade" ganhou força proveniente do alto. Deus, passando por alto os que julgavam-se sábios demais para poderem ser instruídos por Ele como crianças, e os que não quereriam confessar a verdade com medo de serem expulsos da sinagoga, entregou a verdade para instrumentos humanos humildes, que podiam ser usados por Ele sem desejar sobrepor a sabedoria humana à verdade revelada de Sua Palavra. Despertou-lhes o espírito para o estudo das Escrituras, e por meio deste mostrou-lhes que

"a vida eterna é esta: que te conheçam a Ti, como único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste" João 17:5.

Desde então, tem Deus conduzido a todos os que desejam pesquisar as Escrituras e sinceramente conhecer a verdade a fim de obedecê-la, independentemente das conseqüências a perceber e aceitar esta mesma verdade, abandonando a crença na doutrina falsa da "trindade". Assim, autorizou Seus humildes instrumentos a dizer: "Se alguém quiser fazer a vontade dEle, conhecerá a respeito da doutrina, se ela é de Deus ou se eu falo por mim mesmo." João 7:17. Deus tem provido e proverá amplos meios para que cada adventista que realmente tenha desejo de conhecer a verdade, possa ser por Ele conduzido a ela. Ninguém precisa ser enganado pela operação do erro, a doutrina falsa. Se você possui dúvidas sobre qual é a verdade quanto a este ponto, e "necessita de sabedoria, peça a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida." Tiago 1:5. Não há então qualquer desculpa para você, leitor deste artigo, não ser conduzido por Deus ao conhecimento da verdade sobre este tema.

"O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más." João 3:19

Esta sacudidura que está ocorrendo hoje no meio adventista, está sendo o meio proporcionado por Deus para separar aqueles que atendem ao espírito de Cristo daqueles que são movidos pelo espírito de Satanás. Os que pregam contra a "trindade" estão sendo excluídos das igrejas, e aqueles que os excluem julgam estar fazendo a obra de Deus, tirando os que supõem ser "hereges dissidentes", ou "joio" da igreja. Em alguns casos, têm até mesmo ameaçado recorrer ao poder civil - polícia e judiciário, para garantir que os anti-trinitarianos não adentrem a igreja. Como Deus analisa esta questão? O Seu testemunho nos mostra:

"O Redentor não quer perder uma única pessoa. Sua experiência com Judas é relatada para mostrar Sua longanimidade com a corrompida natureza humana; e nos ordena sermos pacientes como Ele o foi. Disse que até ao fim do tempo haveria falsos irmãos na igreja.

Apesar da advertência de Cristo, têm os homens procurado arrancar o joio. Para punir os que foram considerados malfeitores, tem a igreja recorrido ao poder civil.. Os que divergiram das doutrinas dominantes foram encarcerados, martirizados e mortos por instigação de homens que pretendiam agir sob a sanção de Cristo. Mas atos tais são inspirados pelo espírito de Satanás, não pelo Espírito de Cristo. Esse é o método peculiar de Satanás de submeter o mundo a seu domínio. Por esta maneira de proceder com os supostos hereges, Deus tem sido mal representado pela igreja." Parábolas de Jesus, 73, 74

Deus nos revela que aqueles que têm excluído os irmãos cujo "pecado" tem sido estudar a Bíblia e não se conformar com um "assim diz a Igreja", ou "esta é a posição da Igreja" para aceitar a doutrina da "trindade", estão fazendo uma obra que Ele não lhes designou. É Deus quem separa o joio. Em realidade já o está separando, porque os perseguidores, ao excluírem e perseguirem seus irmãos, mostram ao mundo e aos anjos, por suas obras, qual é o espírito que os move a ação.

Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não o serve” Malaquias 3:18

Deus pode então ser justificado diante seres que criou, ao julgá-los por Suas obras. “Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e mentiroso, todo o homem, segundo está escrito: Para seres justificado nas Tuas palavras e venhas a vencer quando fores julgado.” Romanos 3:3, 4

Por isso, Deus nos aos que crêem na verdade, e por isso rejeitam a doutrina da “trindade”: "Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo; pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando.

Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome. Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?" I Pedro 4:12-17

"O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más." João 3:19

"Temei a Deus e dai-Lhe glória", irmãos adventistas, "porque é chegada a hora do Seu juízo" (Apoc. 14:7). Era desígnio de Deus que a apostasia fosse introduzida no meio adventista antes de se iniciar o juízo dos vivos, que começará pela casa de Deus - o professo povo adventista - membros nominais e leigos excluídos. 

Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo revelou ao profeta João, em Sua Palavra, quem é digno de ser adorado: “Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo:  Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos.” Apocalipse 5:13

“Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.” João 3:36

Paz a todos vós que vos achais em Cristo.

 

RETORNAR