Make your own free website on Tripod.com

Assim Diz o Pastor...

A trindade Adventista do 7º Dia atual:

“Deus Pai, Deus Filho e deus Pastor...”

 

TENTATIVA DE  IMPOSIÇÃO PASTORAL:

 

Na ultima terça-feira, dia 16/11/2004, realizou-se na Igreja Adventista do 7º Dia de Tatuí/SP, Igreja mais luxuosa da cidade, que é considerada por muitos como Clube Social dos “esquenta bancos”, digo, “lideres e chefes da Casa Publicadora Brasileira” em cuja frente e arredores, vemos principalmente aos sábados, o desfilar de veículos zero quilômetros (muitas vezes importados), pertencentes aos senhores “altos funcionários” da Casa Publicadora Brasileira, algo, que foi anunciado previamente, na referida igreja, como sendo um Estudo sobre  a Divindade.

O mais interessante é que o palestrante, Paulo Pinheiro, que já é conhecido no meio adventista pela sua arrogância e muitas vezes autoritário,  ao iniciar o estudo fez-se entregar pequenos pedaços de papel, momento em que orientou os participantes, ou melhor, “ouvintes calados”, que caso tivessem alguma pergunta sobre assunto, a(s) escrevesse(m) neste papel e o entregassem na saída.

No decorrer da palestra notou-se a falta de argumentação do palestrante, ao ponto de algumas pessoas começarem a deixarem o recinto,  que soube-se depois, ser, por entenderem que as palavras e explicações do palestrante demonstraram uma falta de respeito à inteligência humana e no mínimo falta de domínio sobre o assunto mencionado.

Não bastasse essa falta de argumento e “besteiról”, no final da palestra um dos “ouvintes calados”, que assim permaneceu por determinação do palestrante que afirmou não querer ser interrompido enquanto falava,  tomou a “petulante liberdade” de se dirigir ao “deus  palestrante” e perguntar-lhe se não poderia fazer algumas perguntas de forma verbal, pois cria que poderia também ser de interesse dos demais “ouvintes calados”, contudo, o palestrante respondeu que somente aceitaria  perguntas por escrito e em seguida este ouvinte, chegou a perguntar ao pastor se estaria tratando as pessoas ali como “vaquinhas de presépio” e obteu como resposta “este é o pensamento adventista...”

Felizmente vivemos em uma democracia, que não tem tolerado mais “desmandos” e que conforme a palavra de DEUS,  “não se pode esconder uma luz atrás de uma montanha”, ou seja, na falta de claros argumentos bíblicos e contidos no Espírito de Profecia (não adulterado é claro), certos palestrantes, pastores e lideres da IASD de Tatuí/SP, comumente vem divagando em “fábulas inventadas por homens”. Tentando explicar o que não tem explicação... .

Se, tais lideres fossem humildes o suficiente e deixassem qualquer interesse ou medo de punição que, sabe-se ser a praxe das Associações da Igreja Adventista do Sétimo Dia, estudariam com mais liberdade assuntos como a trindade, espírito Santo, natureza de Cristo, dízimo, ecumenismo, etc.. e teriam a coragem de subir ao púlpito ou ir à frente de sua(s) igreja(s) e pregar a Verdade completa, tal qual ela é sem qualquer medo de desagradar, tal qual fizera Jesus, os discípulos, os profetas e os mártires entre outros que tinham real amor pelas almas e que se interessavam por elas, pensando sempre em sua salvação.

O que ocorre na realidade é que esqueceram-se dos pais da fé, como por exemplo, os  Valdenses, e os pioneiros (Tiago White, José Bates, J.N. Andrews e outros tantos) que, sem qualquer interesse oculto e desapego às coisas deste mundo, gastavam-se e deixavam-se gastar pelo bem de seu semelhante, razão pela qual pregavam uma mensagem pura e límpida provinda diretamente do DEUS único.

Isso sem falar nos pastores Wagoner e Jones que foram desprezados, zombados e ridicularizados, em 1888, pelos integrantes da Associação Geral dos Adventistas do 7º Dia, em Mineápolis, nos EUA e que de acordo com E.G. White eram portadores da mensagem que se aceita preparariam o Povo de DEUS, para a volta de Jesus ainda naqueles Dias...

Gostaria também de nestas fracas e humildes palavras, pedir a você, caro amigo e irmão (membro) da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que sempre compare o que o seu pastor ou líder falar do púlpito de sua Igreja com o conteúdo da Sagrada Bíblia e no Espírito da Profecia; não em textos isolados (fora do contexto), como tem ocorrido, mas pesquisando com muito empenho e oração e certamente perceberá o que quero dizer... pois, na realidade e infelizmente, temos visto que muitos membros tem aceitado “a infalibilidade pastoral”, ou melhor o “deus pastor” infalível e não só deixando de fazer a completa e genuína vontade de DEUS, mas como ensinando isso ao(s) seu(s) semelhante(s).

Amigo(a), não precisa ter medo de perder seu emprego na Casa Publicadora Brasileira (por eventual pressão de sua direção) ou ser rejeitado por seus familiares, amigos ou irmão de fé, pois a Bíblia afirma que Bem-Aventurados sereis vós quando perseguidos disserem todo mal contra vós... pela sua fidelidade a DEUS, pois aquele que sabe até quantos cabelos existem em vossa cabeça, ...jamais se esquecerá de ti! Mat 5:10-12

 

LEMBRE-SE SEMPRE : “MAIS IMPORTA OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS...” Atos 5:29

 

                                                            e-mail para contato: 

 

                                            mensagemdeamor2004@yahoo.com.br

 

 

RETORNAR