Make your own free website on Tripod.com

Uma Organização de DEUS!

 

Em cumprimento às profecias, Deus tem levantado nesses últimos dias em todas as partes do mundo, pessoas que estão dispostas a proclamar destemidamente o Evangelho Eterno a todas as nações, e tribos, e línguas, e povos (Apoc. 14:6-12). Esse povo que tem como Guia e Mestre, única e exclusivamente Deus e Sua Palavra (Bíblia e Espírito de Profecia), tem sido constante e assiduamente denunciado pelos líderes da Corporação ASD como "hereges e apóstatas", pois, segundo dizem, contrariando as recomendações da Bíblia e do Espírito de Profecia, estaria fundando uma NOVA ORGANIZAÇÃO.

Serão essas alegações da Corporação ASD verdade amparada pela Palavra de Deus, ou simplesmente uma manobra da liderança para tentar manter o povo que pretende ser leal e sincero a Deus, enganado e sob controle autoritário, do mesmo modo que fizeram os líderes de Israel na época de Jesus Cristo (João 9:22; 12:42)?

Diante da possibilidade de parte do povo de Deus ser mais uma vez enganada, pois Jesus Cristo previu que nos últimos dias Satanás através de seus agentes tentaria enganar se possível os próprios escolhidos (Mat. 24:24), apresentamos aqui por escrito esse tema pronunciado no II Congresso Interamericano dos Adventistas Leigos, realizado em Brasília. Nossa esperança é a de que os olhos do povo de Deus sejam abertos e que, nesses últimos momentos que antecedem o glorioso retorno do Salvador, não sejamos encontrados enganados e do lado errado.

 

A IGREJA DE DEUS

Os Adventistas do Sétimo Dia, em geral, tem ciência que Deus tem um povo nessa Terra. E que o inimigo de Deus, Satanás, está irado contra ele. As características deste povo são descritas nas Escrituras. Lemos:

E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus. – Apoc. 12:17

Note: Satanás não faz guerra contra a mulher (denominação), mas apenas contra parte dos filhos dela ("os demais", "o restante da sua semente", o remanescente), aqueles que não somente “guardam os mandamentos de Deus” mas “mantêm o testemunho de Jesus”, que é o Espírito de Profecia (Apoc. 19:10).

Sobre este povo, ou "igreja" de Deus, foi-nos ainda revelado:

"Deus possui uma Igreja.  Não é uma grande catedral, nem uma igreja oficialmente estabelecida, nem as diversas denominações, mas, sim, o povo que ama a Deus e guarda seus mandamentos.  Porque onde estão dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles. (Mat. 18:20).  Ainda que Cristo esteja entre poucos humildes, esta é sua igreja, pois somente a presença do Alto e Sublime que habita a eternidade pode constituir uma Igreja."  - E.G.White. Manuscript Releases, nº 17, p. 81-82.)

É uma grande alegria sabermos que a igreja de Deus é constituída de um povo que O ama e guarda os Seus mandamentos. Ainda que não esteja ligado a uma igreja oficialmente estabelecida ou denominação, Ainda que o proíbam de participar dos cultos em seus templos ou catedrais, ainda que tenha número reduzido, seja composto por pessoas humildes, se ama a Deus e guarda os seus mandamentos, Cristo está com ele. Esse é o Seu povo!

A citação acima significa também que muitos podem ter seu nome registrado no cadastro da Igreja e não constar do livro da vida e do Cordeiro. Outros podem ter seu nome retirado dos livros da igreja, mas não dos registros do Céu.

Cristo Jesus disse ao seu povo: “Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. – João 16: 33

"Que todos sejam cuidadosos para não fazer uma proclamação contra o único povo que está preenchendo a descrição dada do povo remanescente que guarda os mandamentos de Deus e tem a fé de Jesus, que está exaltando o padrão de justiça nestes últimos dias"... "Deus tem uma igreja sobre a terra constituída por Seu povo escolhido, que guarda os Seus mandamentos. . . . Não devemos pensar que os escolhidos de Deus que estão tentando caminhar na luz compõem Babilônia". Testemunhos Para Ministros, pp. 58, 61.

Para que possamos considerar esse assunto, é necessário entender que embora existam no mundo diversas denominações (estruturas religiosas), elas sempre estarão subordinadas a uma das duas únicas organizações religiosas existentes no mundo.

a) - Organização de Deus, que tem Jesus Cristo como cabeça, e fundamentada nas Leis, Mandamentos, Estatutos e Ordenanças de Deus.

 

b) - Organização do Diabo, Mescla de verdades e mentiras, fundamentada na palavra de homens e tradições.

 

Como já dissemos, representantes da Corporação ASD têm dito que o movimento leigo que se está levantando em nossos dias é uma nova organização. Por isso, têm eles (representantes da Corporação ASD), dedicado diversas horas dos cultos nas igrejas para “alertar” aos irmãos e até adverti-los a não receber membros leigos em suas residências, pois segundo dizem, tratam-se de “pessoas apostatadas que sob o comando de Satanás estão formando uma nova organização para atrapalhar o avanço da igreja de Cristo na terra”.

Os textos apresentados aos irmãos para corroborar as suas afirmações, na maioria das vezes são os abaixo relacionados:

Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus. Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade.- EF, 55 - 2ME, 390

Declarou o Senhor que a história do passado se repetirá, ao começarmos a obra finalizadora. Cada verdade por Ele dada para estes últimos dias deve ser proclamada ao mundo. Cada coluna que Ele ergueu, deve ser fortalecida. Não podemos agora descer dos fundamentos que Deus estabeleceu. Não podemos agora entrar para qualquer organização nova; pois isso significaria apostatar da verdade. - 1905, Notebook Leaflet, "The Church", nº 1 (escrito em 24 de dezembro de 1905). – A Igreja Remanescente, 68

Baseados nos trechos acima em negrito, nossos irmãos são convencidos de que os leigos são apóstatas, pois saíram da igreja, e agora estão formando uma Nova Organização fora da “organização levantada por Deus”, ou seja, fora da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Os conceitos de Estruturas e organização podem parecer um pouco complicados. Mesmo nos cursos universitários, várias aulas são usadas para que os alunos possam distinguir bem esses dois conceitos. A diferença fundamental é que estrutura refere-se a algo concreto, enquanto organização refere-se a algo abstrato.

Uma empresa ou corporação tem uma estrutura concreta, são os seus vários departamentos, pessoal, propaganda e marketing, manufatura, etc. E tem também uma organização, que se refere às relações entre esses departamentos e a base em que essas relações de organização interagem. De uma forma bem simples, poderíamos dizer, repetimos, que ORGANIZAÇÃO é abstrata e ESTRUTURA é concreta. Organização é o projeto de Deus; Estrutura é a realização humana, que pode ser ou não, fiel aos ideais divinos. Se a Estrutura humana não corresponde à Organização proposta por Deus, pode certamente ser rejeitada por Ele.

Nos textos que lemos acima, a Irmã Ellen mostra que tinha bem claro o sentido de organização, o qual estava relacionado com os fundamentos estabelecidos por Deus. Para Ellen G. White, mudarem-se os fundamentos equivalia-se a criar uma nova organização, e mais uma vez ela estava extremamente correta.

 

REJEIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO DE DEUS NA HISTÓRIA DO ANTIGO ISRAEL

Pelo que lemos nas passagens abaixo, as relações entre Deus e Israel foram muito claramente estabelecidas e fundadas em condições de obediência que, se cumpridas, assegurariam Sua bênção de Deus a Seu povo, mas, se desatendidas, representariam sua ruína, transformando-se em maldição. Dois caminhos havia, o da obediência e o do pecado, duas formas de organização da vida, sujeita a Deus ou ao diabo. E a história mostra que, por fim, as constantes apostasias do chamado povo escolhido terminaram por produzir a sua rejeição da parte de Deus. A organização sugerida por Deus foi recusada e Satanás exultou. As conseqüências disto já estavam previstas, nas condições inicialmente definidas na aliança do Eterno com Israel:

Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e os preceitos que eu vos ensino, para os observardes, a fim de que vivais, e entreis e possuais a terra que o Senhor Deus de vossos pais vos dá... Eis que vos ensinei estatutos e preceitos, como o Senhor meu Deus me ordenou, para que os observeis no meio da terra na qual estais entrando para a possuirdes. Guardai-os e observai-os, porque isso é a vossa sabedoria e o vosso entendimento à vista dos povos, que ouvirão todos estes, estatutos, e dirão: Esta grande nação é deveras povo sábio e entendido. – Deut. 4:1,5-6

Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal. Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres. Mas se o teu coração se desviar, e não quiseres ouvir, e fores seduzido para adorares outros deuses, e os servires, declaro-te hoje que certamente perecerás; não prolongarás os dias na terra para entrar na qual estás passando o Jordão, a fim de a possuíres. O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, amando ao Senhor teu Deus, obedecendo à sua voz, e te apegando a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; e para que habites na terra que o Senhor prometeu com juramento a teus pais, a Abraão, a Isaque e a Jacó, que lhes havia de dar. – Deut. 30:15-20

 

A REJEIÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE DEUS NO PASSADO E NO PRESENTE

A apostasia é a rebelião contra as ordens de Deus, Seu plano e Sua lei. Nos dias de Nabucodonosor Deus permitiu que a igreja fosse levada em cativeiro por setenta anos por causa de uma terrível apostasia, na medida em que não havia outra solução”. – Apostasia Ômega, pág. 3.

Israel era o povo, a nação escolhida por Deus, mas em sua história verificou-se um constante afastamento de Deus, devido à sua rebelião contra as ordens e planos de Deus. Finalmente, essas constantes desobediências levaram-no à destruição.

Todos nós sabemos que dentro de um período profético, a IASD foi levantada por Deus para cumprir uma missão muito especial, prevista na Organização de Deus. Lemos:

Em sentido especial foram os adventistas do sétimo dia postos no mundo como vigias e portadores de luz. A eles foi confiada a última mensagem de advertência a um mundo a perecer. Sobre eles incide maravilhosa luz da Palavra de Deus. Confiou-se-lhes uma obra da mais solene importância: a proclamação da primeira, segunda e terceira mensagens angélicas. - Evangelismo , 120. 

Veja! Conforme os propósitos de Deus, o povo adventista foi levantado no mundo única e exclusivamente para cumprir o plano Divino, ou seja, dar a “última mensagem de advertência a um mundo prestes a perecer”. E esta mensagem consiste na pregação das Três Mensagens Angélicas.

Foi para esta finalidade que o Senhor Deus estabeleceu sua Organização na Terra, e deu todas as instruções e orientações para que a estrutura organizacional funcionasse segundo os Seus planos. Veja quão solene e urgente são os planos da Organização de Deus!

No próprio tempo em que vivemos, o Senhor chamou Seu povo e deu-lhe uma mensagem para proclamar. Chamou-o para expor a malignidade do homem do pecado que tornou a lei do Domingo uma autoridade característica, que cuidou em mudar os tempos e a lei, e oprimir o povo de Deus que prossegue firmemente honrando-O pela observância do único sábado verdadeiro, o sábado da criação, como sendo santo ao Senhor. - Evangelismo, pág. 233.

Fomos chamados para denunciar (expor) ao mundo a malignidade do homem do pecado (poder papal) que ensina a observação do domingo em lugar do sábado bíblico, inclusive em nossos dias, às vias de conseguir a promulgação do decreto dominical mundial, sem enfrentar qualquer oposição da professa organização de Deus.

Deus mesmo, porém, através do Espírito de Profecia, deu orientações sobre a maneira que Seu povo deveria apresentar essas mensagens ao mundo. Lemos:

Não deve haver abrandamento da verdade nem dissimulação da mensagem para este tempo. A mensagem do terceiro anjo deve ser fortalecida e confirmada. O capítulo dezoito do Apocalipse revela importância de apresentar a verdade, não de maneira acanhada, mas com ousadia e autoridade... Têm havido demasiados rodeios na proclamação da terceira mensagem angélica. Não tem a mensagem sido proclamada com a clareza e nitidez com que deveria tê-lo sido. - MS./16. 1900. Pg 8.

Hoje é dito nos púlpitos das igrejas adventistas, que um, grupo de pessoas denominados “adventista leigos” está pregando as Três Mensagens Angélicas de maneira agressiva, desta forma apressando a perseguição contra o povo de Deus.

Ora! Já estamos com mais de 150 anos de adventismo, e temos verificado que a professa igreja de Deus (IASD) perdeu o objetivo pela qual foi chamada à Organização de Deus. Está construindo uma grande estrutura terrestre, (Templos, Hospitais, Clinicas, Escolas, Casas Publicadoras, Indústrias Alimentícias, Corretoras de Seguros, Escolas de Aviação; Sedes Administrativas; Lojas do SELS e etc, etc...) Porém, os recursos estão sendo desviados do principal objetivo de sua constituição, ou seja, a pregação do Evangelho Eterno. O Espírito de Profecia declara:

A mensagem da igreja tem uma origem celeste. Uma natureza dinâmica e agressiva e por isso mesmo ela é urgente. Deveria ser dada no mais curto período de tempo possível, para o maior número de pessoas. Esses requisitos só serão cumpridos dentro de uma compreensão clara da vontade divina. “Não temos tempo a perder – nem um momento sequer”. - 3TS./155.

Diante da negligência da professa Igreja de Deus (corporação ASD), em cumprir esse e outros requisitos da organização de Deus, o Senhor mesmo está suscitando um povo que cumprirá os Seus desígnios, pois estamos no limiar do Mundo Eterno, e os filhos de Deus não têm mais tempo a perder.

A Bíblia declara:

O que foi é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer; nada há, pois, novo debaixo do sol. – Ecles. 1:9

Note: a Nação de Israel, ou precisamente os líderes religiosos da então igreja de Deus embora levantada e instituída pelo próprio Deus, devido à sua rejeição e indiferença às ordens de Deus, mudou de líder, passou para a organização maligna e não se apercebeu disso. Primeiramente perseguiu; depois, instigou ao povo a ditar sentença de morte contra o Filho de Deus, seus apóstolos e profetas.

É interessante notar que no evangelismo que esta sendo realizado em diferentes pontos da terra pelos ministérios leigos e especialmente me refiro agora ao Brasil, não estamos enfrentando qualquer obstáculo com a população ou membros de outras denominações religiosas. O obstáculo tem sido a organização ASD, que tem se levantado contra a mensagem e os mensageiros, e instigado publicamente, através de comunicados pela imprensa (caso de Poá, Maranhão, Caraguatatuba), a população e denominações religiosas contra os leigos.

Grande parte dos leigos em suas igrejas foram censurados, disciplinados e excluídos por causa do Evangelho que pregam. E esses procedimentos tem sido divulgados a membresia de forma deturpada visando não transparecer a veracidade dos fatos. Sim! A história do antigo Israel está se repetindo com o Israel moderno!

Jesus Cristo, alertou: Expulsar-vos-ão das sinagogas; ainda mais, vem a hora em que qualquer que vos matar julgará prestar um serviço a Deus”. (João 16:2)

Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. – João 16: 33

Segundo a Bíblia o povo de Deus passaria por tribulações.

 

A PERGUNTA QUE SURGE É: POR QUE A IGREJA NÃO ESTÁ SENDO PERSEGUIDA ATUALMENTE?

A única razão é que a igreja se conformou com a norma do mundo, e, portanto não suscita oposição. A religião que em nosso tempo prevalece não e do caráter puro e santo que assinalou a fé nos dias de Cristo e Seus apóstolos. É unicamente por causa do espírito de transigência com o pecado, por serem as grandes verdades da Palavra de Deus tão indiferentemente consideradas, por haver tão pouca piedade vital na Igreja, que o cristianismo é aparentemente tão popular no mundo. Haja um reavivamneto da fé e poder da igreja primitiva, e o espírito de opressão reviverá, reacendendo-se as fogueiras da perseguição. – GC, 45

Essa profecia cumpre-se neste exato momento, mas muitos olhos estão fechados para esta realidade. A Igreja conformou-se com o mundo, transige com o pecado, desconsidera a Palavra de Deus ou a trata com indiferença. Deus está levantando um povo para o encerramento da Sua obra e, a exemplo do que ocorreu no passado, a professa igreja de Deus oprime a esses e procura acender contra eles o fogo da perseguição.

 

UMA ADVERTÊNCIA SOLENE

O Espírito de Profecia ainda declara:

Vi que Deus tem filhos honestos entre os adventistas nominais e as igrejas caídas, e antes que as pragas sejam derramadas, ministros e povo serão chamados a sair dessas igrejas e alegremente receberão a verdade. Satanás sabe disto, e antes que o alto clamor da terceira mensagem angélica seja ouvido, ele suscitará um excitamento nessas corporações religiosas, a fim de que os que rejeitaram a verdade pensem que Deus está com eles. Ele espera enganar os honestos e levá-los a pensar que Deus ainda está trabalhando pelas igrejas. Mas a luz brilhará, e todos os honestos deixarão as igrejas caídas, e tomarão oposição ao lado dos remanescentes. PE/261.

É interessante notar que para Deus, igrejas nominais e igrejas caídas são a mesma coisa. Nem todos os olhos serão ou estarão fechados, alguns existem que estão acompanhando os acontecimentos e estudando as profecias para esse tempo, e tomarão posição ao lado de Deus e da Sua verdade. Outros olharão e verão que algo estranho esta ocorrendo, mas o amor à comodidade e aos aplausos dos homens as farão abdicar de sua responsabilidade para com Deus. Dois grupos serão formados. Lemos:

"Aqui estão claramente representados dois grupos distintos, formados a partir de um grupo que outrora foi unido. Os membros de um desses grupos estão resistindo à vontade de Deus. Eles deixaram o lado dos fiéis e verdadeiros, e agora estão resistindo às advertências do Espírito de Deus"  - Review and Herald, vol. 5, p. 341

A principio um dos grupos resiste os mensageiros, e finalmente resistem às advertências do Espírito de Deus. E a Bíblia declara:

Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é bem aventurado. - Provérbios 29:18

O inimigo tem envidado seus magistrais esforços para abalar a fé de nosso próprio povo nos Testemunhos... Isto é exatamente como Satanás tencionava que fosse, e os que têm preparado o caminho para o povo não dar atenção às advertências e repreensões dos Testemunhos do Espírito de Deus verão surgir uma torrente de erros de toda a espécie. - Mensagens Escolhidas, vol. 3, pág. 83.

 

A IGREJA ADVENTISTA E A QUEDA DE BABILÔNIA

A igreja que abdica a Palavra de Deus entra em confusão: Por este motivo, o chamado ao povo para que saia de Babilônia deve ser dado à igreja. Lemos:

"A primeira, segunda e terceira mensagens angélicas devem ser repetidas. O chamado deve ser dado à igreja: 'Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo espírito imundo, e coito de toda ave imunda e aborrecível'".- Review and Herald, vol. 4, p. 109

Pergunta: Quando uma igreja pode se tornar Morada de Demônios?

Resposta: Quando a igreja deliberadamente resiste e rejeita à vontade de Deus manifestada por Sua Palavra.

Se isso estiver ocorrendo, a advertência deverá ser dada. Lemos:

"Mediante essas solenes advertências o povo será despertado. Milhares e milhares nunca ouviram palavras como estas. Com assombro eles ouvem o testemunho de que Babilônia é a igreja, caída por causa de seus erros e pecados, por causa de sua rejeição da verdade que lhe foi enviada desde o Céu". - Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 424

Pergunta: Qual foi a única igreja que foi levantada dentro de um período profético e teve uma mensagem enviada diretamente do Céu?

Você pode responder nesse momento: é a Igreja Adventista do Sétimo Dia, mas o Espírito de Profecia diz que a IASD não é Babilônia. Que não devemos chamar a IASD de Babilônia. Sim! Isso é verdade, mas precisamos também lembrar do texto do Espírito de Profecia abaixo:

"Deve-se ter em mente que as promessas e as ameaças de Deus são igualmente condicionais".   - Evangelismo, p. 695

 

Pacto de Deus com Israel:

“Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção... estabelecerei o meu pacto contigo e com a tua descendência depois de ti em suas gerações, como pacto perpétuo, para te ser por Deus a ti e à tua descendência depois de ti. - Gen. 12:2; 17:7

Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres. Mas se o teu coração se desviar, e não quiseres ouvir, e fores seduzido para adorares outros deuses, e os servires, declaro-te hoje que certamente perecerás; não prolongarás os dias na terra para entrar na qual estás passando o Jordão, a fim de a possuíres. O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,– Deut. 30:16-19

A nação de Israel, embora sendo o povo separado e peculiar de Deus, rejeitou Seus mandamentos, estatutos e suas orientações, e vivia num estando de constante apostasia, que resultou em confusão e em sua rejeição como nação de Deus. Lemos:

"O povo judaico acariciava a idéia de que eles eram os favoritos do céu, e que sempre deveriam ser exaltados como igreja de Deus…  Mas por suas vidas de infidelidade estava se preparando para a condenação do céu e para a separação de Deus". "Eles rejeitaram a Luz do mundo, e daí em diante a vida deles foi cercada por trevas como as trevas da meia-noite. A destruição predita veio sobre a nação judaica. . . Jerusalém foi destruída, o templo ficou em ruínas e o seu sítio arado como um campo". - Parábolas de Jesus, pp. 276-296.

Vagarosa e tristemente, Cristo, com os Seus discípulos, deixou para sempre o recinto do Templo. Spirit of Prophecy, vol. 4, p. 46.2.

"Jerusalém é uma representação do que a igreja será se recusar caminhar na luz que Deus tem dado". Testimonies, vol. 8, p. 67

Por este motivo fomos alertados:

"A igreja não pode medir-se pelo mundo nem pela opinião dos homens, nem pelo que outrora foi. Sua fé e sua posição no mundo como são agora devem ser comparadas com o que teriam sido se o seu curso de ação tivesse sido continuamente para frente e para cima". Testimonies, vol. 5, p. 83

"O pecado de Jerusalém estava em abusar de privilégios passados, e ela estava selando sua sorte ao rejeitar as presentes misericórdias e advertências. A fraca fé de nosso povo hoje mostra que as advertências e reprovações passadas não foram acatadas, e a dureza de coração, e a indiferença, e a descrença são o resultado“. - Review and Herald, 10 de julho de 1879.

Não estamos nós como o antigo Israel, vangloriando-nos e gabando-nos dos privilégios passados e rejeitando as advertências de Deus no presente?

Podemos afirmar, sem sombras de dúvidas, que a IASD, no rumo em que está seguindo, nunca se constituirá em Babilônia? Certamente que não; pois há condições a serem observadas para que ela (IASD) não atinja este estado. Está a igreja cumprindo essas condições? Lemos:

O mundo não deve ser introduzido na igreja, e com ela casar-se, formando um laço de união. Por esse meio torna-se-á a igreja verdadeiramente corrupta, e, como foi declarado em Apocalipse: covil de toda ave imunda e aborrecível TM, 265

A Sra. White declarou que se a nossa Igreja Adventista do Sétimo Dia se unisse com o mundo, torna-se-ia corrompida e um esconderijo de toda ave impura e aborrecível, ou seja, tornar-se-ia Babilônia!  Pois essa mensagem de Apocalipse 18 anuncia a queda de Babilônia. E em conseqüência disso, como veremos a frente, a queda de babilônia deve ser dada à Igreja.

 

Já começamos a nos unir com o mundo, mas ainda não formamos completamente um elo de união. Lemos:

 

"Que o Senhor abençoe o Seu povo com visão espiritual, para ver que os filhos de Deus e o mundo nunca podem estar em associação. Quem quer que se fizer amigo do mundo é inimigo de Deus". "O poder das trevas já colocou o seu molde e assinatura sobre a obra que deveria ser mantida incontaminada, não poluída dos artificiosos enganos de Satanás". - Testemunhos Para Ministros, pp. 265-278. 17 de novembro de 1891.

 

"O rebanho de Deus necessita da ajuda do Céu, e as ovelhas e cordeiros perecem por falta de alimento. Mas os que teriam uma profunda e viva experiência nas coisas de Deus, deixam de depender dos homens, mesmo seus pastores e professores, e põem sua inteira confiança em Deus utilizando para Sua glória a habilidade por Ele concedida". Carta ao Pastor Olsen, 1 de setembro de 1892.

 

Repetimos: A condição para que a igreja não se torne Babilônia é que ela não se una ao mundo; Se ela se unir ao mundo estará dentro do contexto da mensagem de Apoc. 18:4, ou seja, se tornará Babilônia.

 

A pergunta é: A igreja uniu-se ao mundo em suas práticas e seus costumes? Uniu-se a Igreja ao ecumenismo? Mantém-se a IASD relações ecumênicas com igrejas caídas? Em desrespeito as claras orientações da Palavra de Deus (Bíblia e Espírito de Profecia), uniu-se a igreja ao mundo, no procedimento, no vestuário, na alimentação e etc...? Há notória diferença entre o professo povo de Deus e o Mundo?

 

"Representações de coisas existentes no tempo presente têm passado diante de mim. Tenho visto a homens que foram colocados em posições de confiança como atalaias, moldando e ajustando a Obra em nossas conferências e instituições de acordo com a política mundana, a qual Deus condena"  - Special Testimonies, Serie B, 2, pp. 19-20, 24. (Junho de 1904).

 

"Mediante associação com o mundo nossas instituições se tornarão sem substância, indignas de confiança; porque esses elementos mundanos, introduzidos e colocados em posições de confiança, são vistos como professores a serem respeitados em seu ensino, direção e posição oficial, e eles com certeza serão movidos pelo espírito e poder das trevas; de modo que a demarcação não se faz distinta entre o que serve a Deus e o que não O serve. - Testemunhos Para Ministros, 265-278. 17/11/1891

 

Apesar de tudo o que vemos ocorrer em nossos dias, presenciamos por toda parte declarações de que – somos a igreja, a organização de Deus! - surgimos dentro de um período profético! – sabemos o que é verdade! – temos conhecimento da Bíblia e do Espírito de Profecia! – Somos a única igreja que tem uma certidão de nascimento! e etc. etc.. etc...:

Mas irmãos, tudo isso não nos qualifica para o Céu, e não nos pode dar a salvação. Pelo contrário, se formos infiéis à luz que recebemos, seremos por ela condenados no dia do juízo. Lemos:

“Cristo diz o seguinte daqueles que se ufanam de sua luz mas não andam nela: "Por isso Eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós outros. E tu, Cafarnaum [adventistas do sétimo dia que tiveram grande luz], que te ergues até aos céus [com referência a privilégios], serás abatida até aos infernos; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje." – Review and Herald, 1º de agosto de 1893. – EF, 55

Para aquele que ainda crêem que uma igreja tão grandemente honrada como a IASD, nunca perderá seu status de Igreja de Deus, mesmo estando em deslealdade aos princípios da Organização de Deus. Medite nesta revelação do Espírito de Profecia, que fala sobre a queda de babilônia; mensagem que sempre foi por nós aplicada à igreja romana.

"O termo Babilônia, derivado de Babel, e significando confusão, é aplicado na Escritura às várias formas de religião falsa ou apóstata. Mas a mensagem anunciando a queda de Babilônia deve aplicar-se a algum corpo religioso que outrora foi puro, e se tornou corrupto. Não pode ser a igreja romana a que aqui se refere; pois essa igreja tem estado numa condição caída por muitos séculos". Espírito de Profecia, vol. 4, p. 232.8 (O Grande Conflito original de 1884).

 

Pergunto: qual o único corpo religioso que outrora foi puro, recebeu todas as orientações de Deus para subsistir incorruptivelmente nos últimos dias, e que por sua negligência a essas orientações pode se corromper?

 

 

 

ESTARÁ SE REPETINDO A HISTÓRIA DO ANTIGO ISRAEL?

 

Lemos as advertências de Deus os filhos de Israel:

 

Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha; Êxodo 19:5 

Esse tem sido o alvo da Organização de Deus desde o principio, e esta plano(de Deus) ainda subsiste em nossos dias.

O Senhor em sabedoria designou conduzir o Seu povo a uma posição em que ele seja separado do mundo no espírito e na prática, a fim de que os Seus filhos não sejam tão prontamente levados à idolatria e não sejam maculados com a corrupção prevalecente neste século.  - Testimonies, vol. 2, págs. 399 e 400.

Estamos na obrigação de declarar fielmente todo o conselho de Deus. Não devemos tornar menos preeminentes as verdades especiais que nos têm separado do mundo, e nos têm tornado o que somos; pois estão cheias de interesses eternos. – Evangelismo, 121

 Pergunto: Verdadeiramente fazemos parte da Organização de Deus? Somos um povo separado e peculiar no mundo? A igreja nos ensina a atingir este padrão estabelecido por Deus em Sua Palavra? Lemos:

"Quando alcançamos o padrão que o Senhor gostaria que alcançássemos, os mundanos conside­rarão os adventistas do sétimo dia como esquisitos, singulares, extremistas da linha dura". - Review and Herald, vol. 3, p. 112.

 

NECESSITAMOS DE UM REAVIVAMENTO E REFORMA

Sim! No tocante à Organização de Deus estamos muito aquém das expectativas do Criador, por isso o Espírito de Profecia nos diz:

Haja uma reforma entre o povo de Deus.  - MJ, 317

"Antes da visitação final dos juízos de Deus sobre a Terra haverá entre o povo do Senhor tal reavivamento da primitiva santidade como não tem sido testemunhado desde os tempos apostólicos. O Espírito e poder de Deus serão derramados sobre Seus filhos. Nesse tempo, muitos se separarão daquelas igrejas em que o amor deste mundo suplantou o amor por Deus e Sua palavra". - O Conflito dos Séculos, p. 464.3.

Satanás sabedor da necessidade de uma reforma entre o povo de Deus oferece uma contrafação da verdade, denominada no Espírito de Profecia como “Apostasia Ômega”.

 

É imperativo frisar que no conceito da salvação, no mundo só existem duas organizações:

a) - Organização de Deus (conduz a vida eterna)

b) - Organização do Diabo (Conduz a morte eterna)

 

UMA FALSA REFORMA PROFETIZADA

Diz o Espírito de Profecia:

“O inimigo das almas tem procurado introduzir a suposição de que uma grande reforma devia efetuar-se entre os adventistas do sétimo dia, e que essa reforma consistiria em renunciar às doutrinas que se erguem como pilares de nossa fé, e empenhar-se num processo de reorganização. Se tal reforma se efetuasse, qual seria o resultado? Seriam rejeitados os princípios da verdade, que Deus em Sua sabedoria concedeu à igreja remanescente. Nossa religião seria alterada. Os princípios fundamentais que têm sustido a obra neste últimos cinqüenta anos, seriam tidos na conta de erros. Estabelecer-se-ia uma nova organização. Escrever-se-iam livros de ordem diferente. Introduzir-se-ia um sistema de filosofia intelectual... Os fundadores deste sistema iriam às cidades, realizando uma obra maravilhosa. O sábado seria, naturalmente, menosprezado, como também o Deus que o criou. Coisa alguma se permitiria opor-se ao novo movimento... Seus alicerces se fundariam na areia, e os vendavais e tempestades derribariam a estrutura. -- 1ME, 205

Meditemos nesse pontos que consideramos de Suma importância para que possamos determinar se a organização em que estamos é ainda a de Deus, ou se trocamos de líder.

1 - RENUNCIAR ÀS DOUTRINAS QUE SE ERGUEM COMO PILARES DE NOSSA FÉ, E EMPENHAR-SE NUM PROCESSO DE REORGANIZAÇÃO.

 

Satanás não quer que tenhamos uma reforma de vida para obedecer aos preceitos de Deus. Ele quer sim, é que sejam reformados os princípios, os fundamentos e as colunas da Organização de Deus, para que esses se adeqüem aos nossos interesses mesquinhos e egoístas. Se atendermos a esta sugestão maligna na verdade estaremos não na Organização de Deus, mas sim na organização de Satanás.

 

Disse Jesus:

Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha. – Mat. 12:30

Nenhum servo pode servir dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar ao outro, ou há de odiar a um e amar ao outro, o há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. – Lucas 16:13

Satanás tem tomado toda a medida possível para que nada venha entre nós, como um povo, para nos reprovar e censurar e exortar-nos a abandonar os nossos erros. Mas há um povo que levará a arca de Deus. Dentre nós sairão alguns que não mais levarão a arca. Mas estes não podem fazer muralhas para obstruir a verdade, pois esta prosseguirá avante e para cima até ao fim. – TMOE, 411

Os que seguem ao Senhor hão de ser firmes e retos em obedecer às Suas instruções. Qualquer desvio que os leve a seguir idéias ou planos humanos, desqualifica-os como dignos de confiança. - Comentário Bíblico Adventista, vol.2, pág. 1031

Esse assunto é suma importância, pois estamos lidando com os interesses eternos. Portanto, na Organização Não devemos agir com ambigüidade, devemos sim dar a trombeta o sonido certo.

 

A Irmã White, declara:

"Sou instruída a dizer que aqueles que queriam arrasar os fundamentos que Deus estabeleceu não de­vem ser aceitos como mestres e instrutores de Seu povo". Special Testimonies, Série B, 7, pp. 36-41. Outu­bro de 1903.

 

2 - SERIAM REJEITADOS OS PRINCÍPIOS DA VERDADE, QUE DEUS EM SUA SABEDORIA CONCEDEU À IGREJA REMANESCENTE.

 

Disse Jesus: Santifica-os na verdade a Tua Palavra é a Verdade (João 17:17)

O derradeiro engano de Satanás será anular o testemunho do Espírito de Deus. "Não havendo profecia, o povo se corrompe" [no inglês, "o povo perece"]. Prov. 29:18. Satanás operará habilmente de várias maneiras e por diferentes instrumentalidades, para perturbar a confiança do povo remanescente de Deus no verdadeiro testemunho. - 1ME, 48.

Depreendemos pela revelação acima que: A Palavra de Deus (Bíblia) e principalmente o Espírito de Profecia seriam rejeitados nos últimos dias, e que esse será o último dos enganos de Satanás.

É a Bíblia e o Espírito de Profecia, a nossa única regra de fé e pratica? Ou estão eles sendo substituídos pelas tradições da igreja? Pela cultura da sociedade a qual pertencemos? Pelos entendimentos de homens colocados em posição de autoridade? e etc, etc...?

Se por algum motivo estiver a Bíblia e o Espírito de Profecia sendo substituídos, não importa quão elevada sejam a justificativas para isso, estaremos na Organização de satanás.

Uma coisa é certa: Os adventistas do sétimo dia que se colocam sob o estandarte de Satanás abandonarão primeiro sua fé nas advertências e repreensões contidas nos Testemunhos do Espírito de Deus. - Mensagens Escolhidas, vol. 3, pág. 84.

 

3 - NOSSA RELIGIÃO SERIA ALTERADA.

Ora! Não havendo a observação dos princípios da verdade como é em Jesus (Lei e o Testemunho), a organização fatalmente deixaria de ser a organização de Deus. Por isso nossa religião seria alterada, pois um outro líder assumiria veladamente e imperceptivelmente aos olhos desatentos a organização que deveria ser de Deus. Por esse motivo é nos dito:

"Muitos que professam serem ministros de Cristo têm confundido o seu Mestre. Eles alegam estar servindo a Cristo e não estão conscientes de que é sob a bandeira de Satanás que estão se reunindo. - Testimonies, vol. 4, p. 377.6.

 

4 - ESTABELECER-SE-IA UMA NOVA ORGANIZAÇÃO.

Isso está ocorrendo literalmente em nossos dias. Senão vejamos:

a. A Organização de Deus diz:

a.a – Deus “Chamou-o (um povo) para expor a malignidade do homem do pecado que tornou a lei do Domingo uma autoridade característica, que cuidou em mudar os tempos e a lei”. Evangelismo, 233 

·         A Nova organização não diz e não permite que se diga publicamente quem é o homem do pecado, (fato esse que também podemos verificar pelo estudo da lição da Escola Sabatina desse trimestre – II Trim. 2.002), pois considera isso uma agressão ao homem do pecado.

·         Além de não denunciar o homem do pecado, contrariando a determinação da Organização de Deus. A Nova Organização faz visitas de amizade e homenageia ao homem do pecado, faz com ele ou com seus representantes acordos de amizade em diversos lugares, e para manter e garantir esses acordos espúrios e contrários a Organização de Deus, perseguem a todos aqueles que ousa denunciar o homem do pecado.

 

Certamente uma nova organização foi estabelecida na IASD, só os olhos desatentos não percebem esses fatos. A organização de Satanás foi estabelecida onde deveria estar a Organização de Deus. Exatamente como ele (Satanás) fez por ocasião do 1º advento de Cristo.

 

b. A Organização de Deus ORDENA:

b.a Não deve haver abrandamento da verdade nem dissimulação da mensagem para este tempo. A mensagem do terceiro anjo deve ser fortalecida e confirmada. O capítulo dezoito do Apocalipse revela importância de apresentar a verdade, não de maneira acanhada, mas com ousadia e autoridade... Têm havido demasiados rodeios na proclamação da terceira mensagem angélica. Não tem a mensagem sido proclamada com a clareza e nitidez com que deveria tê-lo sido. - MS./16. 1900. Pg 8

·         A nova Organização de satanás, implantada na Igreja que deveria seguir as instruções de Deus, diz que a mensagem não deve ser apresentada de forma direta para não ofender. Será que Deus errou ao dar as instruções ao Seu povo? Ou seu povo mudou de líder.

 

Jesus Cristo disse: “E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. – Mat. 24:14

O profeta João diz: E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, DIZENDO COM GRANDE VOZ: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. Apoc. 14:6-7

Veja! Irmãos, se a mensagem for anunciada dentro dos padrões estabelecidos por Deus, não haverá abrandamento e nem dissimulação; “o anjo está voando no meio do céu.., e clamando com grande voz”. Como esconder uma situação nesses moldes retratada? Quem são esses anjos?

Os anjos são representados como voando pelo meio do céu, proclamando ao mundo uma mensagem de advertência, e tendo relação direta com o povo que vive nos últimos dias da história terrestre. Ninguém ouve a voz desses anjos, pois eles são símbolo do povo de Deus a trabalhar em harmonia com o Universo celeste. Homens e mulheres, iluminados pelo Espírito de Deus e santificados por meio da verdade, proclamam as três mensagens em sua ordem”. – Mensagens  Escolhidas, vol.2, pág. 387

Está profetizado que as pessoas que farão parte da nova organização que será implantada na igreja no lugar da organização de Deus, não compreenderão a mensagem e a missão dos mensageiros da Organização de Deus. Lemos:

Nas igrejas [adventistas do sétimo dia] deverá haver admirável manifestação do poder de Deus, mas ela não influirá sobre os que não se têm humilhado diante do Senhor, abrindo a porta do coração pela confissão e arrependimento. Na manifestação desse poder que ilumina a Terra com a glória de Deus, eles só verão alguma coisa que, em sua cegueira, consideram perigosa, alguma coisa que despertará os seus receios, e se disporão a resistir-lhe. Visto que o Senhor não age de acordo com suas idéias e expectativas, eles combaterão a obra. "Por que - dizem eles - não reconheceríamos o Espírito de Deus, se temos estado na obra por tantos anos?" - Review and Herald Extra, 27 de maio de 1890.

Pergunto: A qual organização interessa que os anjos(povo leal e fiel de Deus) sejam retidos em sua missão para que o evangelho não seja anunciado? Qual organização será beneficiada se não cumprirmos ou atrasarmos o plano Deus?

·         Na atual organização adotada pela IASD vemos que quando as mensagens dos três anjos são apresentadas pelos membros em obediência as reivindicações de Deus. Os líderes da corporação repudiam a mensagem e os mensageiros,  como temos visto em diversos lugares (Poá/SP; Caraguatatuba/SP; Maranhão/MA; Fortaleza/CE; e outros...). Qual organização esses líderes pertencem?

 

Vejam irmãos! De fato, há uma nova organização dentro da organização que deveria ser de Deus, essa nova organização mudou ás ordens de Deus.

 

5 - ESCREVER-SE-IAM LIVROS DE ORDEM DIFERENTE.

a. A Organização de Deus diz:

Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; - João 5:39

Será ateado contra os testemunhos um ódio satânico. A operação de Satanás será perturbar a fé das igrejas neles, por esta razão: Ele não pode achar caminho tão fácil para introduzir seus enganos e prender almas em suas mentiras se as advertências e repreensões e conselhos do Espírito de Deus forem atendidos. - Carta 40, 1890. – 1ME, 48 

·         Nos dias de hoje, nos encontros da IASD deparamos com standes de venda de diversos livros  de autores diversos (pastores, obreiros, padres, reverendos e etc...) mas raramente encontramos os livros do Espírito de Profecia. A nova organização esta renunciando os Testemunhos do Espírito de Deus e apresentando literaturas de ordem diferente da estabelecida pela Organização de Deus. Isso conforme o texto acima é objeto do interesse da Organização de Satanás.

 

O Espírito de Profecia adverte:

A menos que o poder divino seja trazido à experiência do povo de Deus, falsas teorias e idéias errôneas levarão as mentes cativas, Cristo e Sua justiça serão retirados da experiência de muitos, e sua fé será sem poder de vida". - Review and Herald, 3 de setembro de 1889.

 

6 - INTRODUZIR-SE-IA UM SISTEMA DE FILOSOFIA INTELECTUAL

A Organização de Deus Revela:

 

Na comissão dada aos discípulos, Cristo não somente lhes delineou a obra, mas deu-lhes a mensagem. Ensinai o povo, disse, "a guardar todas as coisas que Eu vos tenho mandado". Os discípulos deviam ensinar o que Cristo ensinara. O que Ele falara, não só em pessoa, mas através de todos os profetas e mestres do Antigo Testamento, aí se inclui. É excluído o ensino humano. Não há lugar para a tradição, para as teorias e conclusões dos homens, nem para a legislação da igreja. Nenhuma das leis ordenadas por autoridade eclesiástica se acha incluída na comissão. Nenhuma dessas têm os servos de Cristo de ensinar. DTN, 826 

Hoje vemos que a tradição, a legislação da igreja, as ordens eclesiásticas, procuram sobrepor-se a Palavra de Deus, a palavra dos homens colocados em cargo de confiança na obra, são mais adotadas pelo povo, do que as orientações de Deus. Lemos:

“É certo que entre nós tem havido um afastamento do Deus vivo e um volver-se aos homens, colocando-se a sabedoria humana em lugar da divina". "Deus despertará o Seu povo; se outros meios falharem, heresias se introduzirão entre nós, as quais os peneirarão, separando o joio do trigo. - Testimonies, vol. 5, p. 707.8 (1889).

 

7 - O SÁBADO SERIA, NATURALMENTE, MENOSPREZADO, COMO TAMBÉM O DEUS QUE O CRIOU.

Esse assunto (sábado) dispensa comentários, pois em todas as nossas igrejas raramente são estudados. Fossem estudados junto às igrejas pelos ministros como o são os temas “dízimos e ofertas” e veríamos uma condição bem diferente no tocante a adoração. O sábado de fato, esta sendo naturalmente menosprezado, assim como o Deus que o criou.

 

8 - COISA ALGUMA SE PERMITIRIA OPOR-SE AO NOVO MOVIMENTO

Realmente a profecia esta se cumprindo. Satanás colocou sua bandeira infernal e estabeleceu a sua organização aonde deveria estar a bandeira e a organização de Deus. A Organização de Deus foi mudada pelos homens. Agora estamos lutando contra os poderes das trevas, nos lugares celestiais (igreja).

O fim foi desencadeado. Coisa alguma se permitirá opor-se aos princípios da nova organização. Temos de buscar ajuda dos Céus, pois não estamos lutando contra a carne e contra o sangue, mas sim contra as potestades das trevas. Só Deus poderá nos dar a vitória. Não está hoje a igreja sendo intolerante com aqueles que querem viver conforme os reclamos da organização de Deus?

 

9 - SEUS ALICERCES SE FUNDARIAM NA AREIA, E OS VENDAVAIS E TEMPESTADES DERRIBARIAM A ESTRUTURA.

É muito bom sabermos que por motivo de a igreja não estar hoje estruturada sob organização de Deus, os fundamentos que apresentam para justificar seus procedimentos se fundam em areia, e a luz da Lei e do Testemunho, não subsistem.

 

PRECISAMOS ESTAR DESPERTOS CONTRA AS ASTUTAS CILADAS DO DIABO

 

TEXTOS PARA ANÁLISE :

Ellen White Original

"A igreja de Cristo é o único objeto sobre a terra ao qual ele concede suprema consideração; e contudo, se tornou débil e ineficiente por causa de seu egoísmo." Review and Herald, 11 de dezembro de 1888.

Veja! Como uma repreensão feita por Deus, após "revisada" pela nova organização, se transforma em uma declaração de amor:

Ellen White "Revisada"

"Testifico a meus irmãos e irmãs que a igreja de Cristo, por debilitada e defeituosa que seja, é o único objeto sobre a terra ao qual Ele dedica Sua suprema consideração." Testimonies to Ministers & Gospel Workers, p. 15

Os líderes da corporação ASD, tem-se utilizado constantemente deste texto adulterado, para afirmar que Deus não se importa com a condição de Sua igreja, pelo contrário, Dizem: por debilitada e defeituosa que seja, ela (igreja) é o objeto da consideração (de Deus) e se alguma coisa estiver errada Deus corrigirá! Corrigirá como?

 

Lembro-me nesse momento do choro de Jesus sobre Jerusalém:

“Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, apedrejas os que a ti são enviados! Quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e não o quiseste!” – Mateus 23: 37

Deus está querendo nos ajuntar hoje por meio das palavras dos profetas (Lei e o Testemunho). Não estamos nós seguindo o mesmo exemplo do antigo Israel?

 

SOMOS UMA NOVA ORGANIZAÇÃO?

 

TEXTOS “NOVA ORGANIZAÇÃO” LIDOS NO INÍCIO DESTE ESTUDO

“Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus. Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade”.- EF, 55 - 2ME, 390

Declarou o Senhor que a história do passado se repetirá, ao começarmos a obra finalizadora. Cada verdade por Ele dada para estes últimos dias deve ser proclamada ao mundo. Cada coluna que Ele ergueu, deve ser fortalecida. Não podemos agora descer dos fundamentos que Deus estabeleceu. Não podemos agora entrar para qualquer organização nova; pois isso significaria apostatar da verdade. - 1905, Notebook Leaflet, "The Church", nº 1 (escrito em 24 de dezembro de 1905). – A Igreja Remanescente, 68

Utilizando-se da compilação destes textos (parte em negrito) como já dissemos anteriormente, os líderes da corporação ASD induzem ao povo adventista a acreditar que o movimento leigo é uma nova organização, portanto, contrária ao planejamento divino. Vamos porém analisar o mesmo texto por eles apresentados, dentro do contexto, pois só assim poderemos compreender o verdadeiro significado da mensagem. Lemos:

Depois da passagem do tempo, Deus confiou a Seus fiéis seguidores os princípios preciosos da verdade presente. Esses princípios não foram dados aos que não tiveram parte na proclamação da primeira e da segunda mensagens angélicas. Eles foram dados aos obreiros que haviam tomado parte na obra desde o começo.

Os que passaram por essas experiências devem ser firmes como uma rocha aos princípios que nos tornaram adventistas do sétimo dia. Devem ser coobreiros de Deus, ligando o testemunho e selando a lei entre Seus discípulos. Os que tomarem parte no estabelecimento de nossa obra sobre o fundamento da verdade bíblica, os que conhecem os marcos do caminho que indicaram o trilho certo, devem ser considerados obreiros do mais alto valor.

Eles podem falar por experiência pessoal quanto às verdades a eles confiadas. Esses homens não devem permitir que sua crença se transforme em descrença; não devem permitir que a bandeira do terceiro anjo lhes seja arrebatada das mãos. Cumpre-lhes manter o princípio de sua confiança firme até ao fim.

O Senhor declarou que a história do passado repetir-se-á ao entrarmos na obra finalizadora. Toda verdade que Ele deu para estes últimos dias deve ser proclamada ao mundo. Toda coluna por Ele estabelecida deve ser fortalecida. Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus. Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade. - Manuscrito 129, 1905. - 2ME, 389 e 390

 

Da leitura do texto acima, depreende-se: 

1.      Após a decepção de 1844, Deus deu a seu povo remanescente da época os princípios da verdade presente (Testemunho do Espírito de Profecia – Restauração da verdade)

 

2.      O texto ainda adverte: Os que passaram por essas experiências devem ser firmes como uma rocha aos princípios que nos tornaram adventistas do sétimo dia”.

 

Vejam, sãos os princípios dados por Deus que nos tornam Adventistas do Sétimo Dia, e não os nomes no registro da igreja.

 

3.      A igreja deve ser coobreiros de Deus, e trabalhar dentro de um “Assim Diz o Senhor”  “selando a lei e o testemunho entre os discípulos”

 

4.      Não devem permitir que a bandeira do terceiro anjo lhes seja arrebatada das mãos.

 

Note! A bandeira do terceiro anjo pode ser arrebatada da mão do povo que foi lavantado por Deus para apresentá-la ao mundo. Me parece que isso já foi feito, o Castiçal foi removido, quando a IASD fez acordo com a Besta. A mensagem do terceiro anjo, denuncia a besta, após o acordo, como farão a denúncia? Não há mais como apresentar esta mensagem.

 

5. Cumpre-lhes manter o princípio de sua confiança firme até ao fim.

 

A Luta será árdua e dura, mas devemos se perseverantes, até o fim.

 

 

O PORQUE DESSAS ORIENTAÇÕES E ADVERTÊNCIAS

1.  O Senhor declarou que a história do passado repetir-se-á ao entrarmos na obra finalizadora.

 

No passado foi a professa igreja de Deus que mudou os princípios de Sua organização. Não perceberam! Mas professando estar fazendo a obra de Deus e prestando-lhe serviço, desviou dEle a nação e finalmente, foram eles o culpado de todos os males que se seguiram.

 

"O Senhor tem dado instrução de que a história da apostasia de Israel deve ser agora apresentada, porque os homens que no passado tiveram grande luz, tornaram-se auto-suficientes, e estão olhando para os homens, confiando em líderes humanos, que estão eles próprios praticando o mal. Homens que deveriam permanecer tão firmes quanto uma rocha ao princípio estão trilhando o mesmo caminho que os espíritos engana­dores e doutrinas de demônios'. Este é o engano que veio às nossas fileiras. - Review and Herald, vol. 4 de fevereiro de 1909.

 

2.  Toda verdade que Ele deu para estes últimos dias deve ser proclamada ao mundo.

 

Deus mesmo deu ao Seu povo, as verdades que devem ser proclamadas ao mundo, e como vimos acima, delineou como deveriam, as mesmas serem apresentadas. Portanto, não necessitamos de homens nos dizerem onde, como e quando apresentar a mensagem de Deus ao mundo. Veja os líderes judaicos tentaram fazer isso com os discípulos e apóstolos. E hoje a IASD tenta fazer com os seus membros.

 

 

3.  Toda coluna por Ele estabelecida deve ser fortalecida.

 

Note: A Igreja de Deus deve fortalecer as colunas que Ele (Deus) estabeleceu (Lei e o Testemunho) e não mandamentos de homens (tradições).

 

Os discípulos deviam ensinar o que Cristo ensinara. O que Ele falara, não só em pessoa, mas através de todos os profetas e mestres do Antigo Testamento, aí se inclui. É excluído o ensino humano. Não há lugar para a tradição, para as teorias e conclusões dos homens, nem para a legislação da igreja. Nenhuma das leis ordenadas por autoridade eclesiástica se acha incluída na comissão. Nenhuma dessas têm os servos de Cristo de ensinar. DTN, 826 

 

 

4.  Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus.

 

Mais uma vez a advertência “Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus”, pois se isso fizermos estaremos entrando, note, não fundando, em uma nova organização, ou seja, a do diabo.

 

 

5.  Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade.

 

Vejam! Se sairmos das orientações de Deus, e edificarmos a estrutura organizacional fora das colunas e dos fundamentos estabelecidos por Deus, estaremos em apostasia da verdade.

 

Portanto, para Deus, não existe apostasia de uma estrutura nominal religiosa, mas sim apostasia da verdade.

 

As afirmações que os líderes da IASD tem feito contra os leigos não são verdadeiras. Foram eles quem permitiram que uma nova organização fosse colocada no lugar da Organização de Deus.

 

Por mais de 150 anos não se cumpre o plano divino. Deus está levantando um povo que não está preocupado com estrutura organizacional humana, mas sim empenhados na proclamação das três mensagens angélicas, tendo como Seu Líder e Pastor Jesus Cristo. Um povo que estará estabelecido sobre a plataforma do Evangelho Eterno, firmado na Organização de Deus, para selar a Lei e o Testemunho entre Seus discípulos.

 

Satanás e seus agentes estão se levantando contra o povo de Deus, para impedir que a obra termine. O tempo é agora! Ele (Satanás) não quer que o povo de Deus conheça o tempo e o lugar em que se encontram na profecia, mas...

 

Pelo testemunho da Bíblia estes surpreenderão o enganador em seu disfarce. Para todos virá o tempo de prova. Pela cirandagem da tentação, revelar-se-ão os verdadeiros crentes. Acha-se hoje o povo de Deus tão firmemente estabelecido em Sua Palavra que não venha a ceder à evidência de seus sentidos? Apegar-se-á nesta crise à Bíblia, e a Bíblia só? - GC, 625

 

A APOSTASIA PREDITA

“Ao aproximar-se a tempestade (Tribulações), uma classe numerosa que tem professado fé na mensagem do terceiro anjo, mas não tem sido santificada pela obediência à verdade, abandona sua posição, passando para as fileiras do adversário”. - O Grande Conflito, pág. 608.

Há uma igreja na terra que professa fé na mensagem do terceiro anjo? (Apoc. 14:9-11), mensagem idêntica a que foi dada pelo profeta Elias por ocasião da apostasia de Israel, mensagem esta que implica em decisão; (1º Reis 18:21). Qual é o povo (Igreja) na terra que professa fé na mensagem do terceiro anjo, mas que não tem sido santificado pela obediência à verdade? (Marcos 7:6). Lemos:

Muitos demonstrarão que não são um com Cristo, que não estão mortos para o mundo, para que possam viver com Ele; e as apostasias de homens que ocuparam posições de responsabilidade serão freqüentes. - Review and Herald, 11 de setembro de 1888.

O Espírito de Profecia fala de apostasia freqüentes de homens que ocupam ou ocuparam posição de responsabilidade na obra. Homens que embora apostatados permanecem na obra mantendo as aparências para conservar seus empregos, homens que mudaram de líder e não perceberam. Esse não é fato exclusivo dos nossos dias, houve precedentes no passado. Lemos:

“Porque os que guiam este povo o desencaminham; e os que por eles são guiados são devorados”. – Isaias 9:16

Liderança em apostasia leva o povo à apostasia.

APOSTASIA: “Dicionário Universal da Língua Portuguesa”

“Abjuração; defecção; deserção da fé; renúncia; abandono de um partido político, de uma teoria ou doutrina."

Portanto, se renunciarmos as doutrinas e princípios que constituem a Organização de Deus estaremos em APOSTASIA. Disse o apóstolo Paulo:

“Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema”. (Gálatas 1: 8-9) 

 

DICIONÁRIO AURÉLIO SÉC. XXI

Do gr. anáthema, pelo lat. anathema.]

S. m.

  1. Expulsão do seio da Igreja; excomunhão:   

  2. Maldição, execração, opróbrio:   

  3. Reprovação enérgica.

  4. Indivíduo que sofreu excomunhão (1).

  5. Excomungado, maldito, amaldiçoado:   

  6. Réprobo, condenado. 

 

Veja, quão direta e incisivas são as palavras de Paulo:  ...Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema.”

Resta a pergunta: recebeste de quem? Do próprio Paulo? Dos discípulos? Dos Apóstolos?

O apóstolo declarou qual é a fonte da verdade do evangelho: “Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei:” (1 Coríntios 11:23)

Ou seja: À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva. (Isaías 8:20)

Irmãos! A história esta se repetindo. Lemos:

Ouvi, agora, isto, vós, chefes da casa de Jacó, e vós, chefes da casa de Israel, que abominais o juízo, e perverteis tudo o que é direito, e edificais a Sião com sangue e a Jerusalém, com perversidade. Os seus chefes dão as sentenças por suborno, os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao SENHOR, dizendo: Não está o SENHOR no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá. Miquéias 3:9-11

Porque os guias deste povo são enganadores, e os que por eles são dirigidos são devorados. - Isaias 9:16

"Na nação judaica foram os sacerdotes e mestres que, transviando o povo, roubaram a Deus do serviço que reclamava. Foram eles que afastaram de Cristo a nação…" Parábolas de Jesus, pág. 304, 305; ver também Testemonies, vol. 5, pág. 235; O Desejado de Todas as Nações, pág. 802

"Não quiseram ceder seus próprios mandamentos para obedecer às reivindicações da Palavra de Deus. Ao amor da verdade.não quiseram sacrificar o orgulho da razão nem o louvor dos homens…Eram responsáveis pela rejeição de Cristo e os resultados que se seguiram. O pecado e a ruina de todo o povo foram devidos aos guias religiosos." Parábolas de Jesus, pág. 304, 305; ver também Testemonies, vol. 5, pág. 235; O Desejado de Todas as Nações, pág. 802

Satanás se esforça constantemente por atrair a atenção para o homem, em lugar de Deus. Induz o povo a olhar para os bispos, pastores, professores de teologia, como seus guias, em vez de examinarem as Escrituras a fim de, por si mesmos, aprenderem seu dever. Então, dominando o espírito desses dirigentes, pode influenciar as multidões de acordo com sua vontade.  GC, 595

Os judeus pereceram, como uma nação, porque foram afastados da verdade bíblica pelos seus governantes, sacerdotes e anciãos. Tivessem dado ouvidos às lições de Jesus, e examinado as Escrituras por si mesmos, e não teriam perecido.  - MJ, 258

 

Conclusão:

Não se repete o mesmo em nossos dias? Não há muitos, mesmo guias religiosos, que estão endurecendo o coração contra o Espírito Santo, tornando impossível a si mesmos o reconhecer a voz de Deus? Não estão rejeitando a Palavra de Deus, a fim de conservar as próprias tradições? – DTN, 213

 

Aparecido J. Souza

Comunidade Adventista de Poá

ABA-LEI

 

 

RETORNAR